Em Limoeiro, no Agreste Setentrional de Pernambuco, no dia 13 de abril de 1998, surgiu a Cooperativa de Trabalhadores em Educação 3º Milênio. Inicialmente focado em preparação para vestibulares, o Curso 3º Milênio contava com cerca de 100 alunos e se localizava na Avenida Severino Pinheiro, centro da cidade. Graças aos bons resultados conquistados já no primeiro ano de atividade, o projeto se expandiu: durante o ano de 1999, teve início a construção do Colégio 3º Milênio, inaugurado em fevereiro de 2000, na Rua Vigário Joaquim Pinto, também no centro.

Ao longo de mais de 20 anos de atividade, o 3º Milênio atualmente é referência nacional no modelo cooperativista educacional. De acordo com o médico psiquiatra, pesquisador e escritor Dr. Augusto Cury, o Colégio “está na vanguarda no que há de melhor neste país” e “forma não repetidores de informação, mas pensadores”.

Dentre os inúmeros projetos pioneiros da Cooperativa 3º Milênio, pode-se mencionar o Festival da Música. Promovido desde 2001, o evento artístico-pedagógico atrai mais de 3.500 pessoas, gera renda para cerca de 250 profissionais, engaja toda a comunidade escolar e, em sua última edição, arrecadou aproximadamente 3 toneladas de alimentos não-perecíveis, destinados a uma instituição de caridade limoeirense. O Festival é realizado em parceria com o Sistema OCB/PE.

Missão

Transformar vidas e lugares, oferecendo educação de qualidade com base nos valores cooperativistas.

Visão

Ser um modelo de transformação social e econômica a partir da Educação.

Valores

– Transparencia
– Democracia
– Ética
– Atualização Permanente

– Comprometimento
– Responsividade
– Autonomia

Presidente

Luís Augusto Moura de Amorim

Vice-presidente

Gerson Vera Cruz de Souza Júnior

Diretor Secretário

Plínio Giorgio Arruda da Silva

Conselheira

Alda Cabral da Costa Aragão

Conselheira

Elenice Maria de Andrade

Titulares

Fabíola Costa da Silva Souza
Margarete Reis de Moura
Vanessa Ferreira Ramos

Suplentes

Litz Mozart Alexandre da Silva
Roberto Gomes de Lima

Cooperativismo

O cooperativismo deu os primeiros passos no ano de 1844, durante a primeira etapa da Revolução Industrial, na cidade de Rochdale-Manchester, interior da Inglaterra. Coube a um grupo de 28 trabalhadores (27 homens e uma mulher) o pioneirismo no movimento. Eles se uniram para comprar alimentos em grande quantidade, de modo a conseguir preços mais acessíveis e a formar seu próprio armazém. Toda a quantidade arrecadada seria dividida igualmente entre todos os sócios. Dessa forma, foi criada a “Sociedade dos Probos de Rochdale”, pautada nos valores e princípios morais da solidariedade, honestidade, transparência e igualdade.

Já no Brasil, o movimento teve início com a Cooperativa Econômica dos Funcionários Públicos de Ouro Preto, em Minas Gerais, região sudeste do País. Fundada em 1889, a sociedade tinha foco no consumo de produtos agrícolas. Posteriormente, outras cooperativas surgiram em Minas Gerais e nos Estados de Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. A cooperativa mais antiga em atividade no Brasil é a Sicredi Pioneira, instituição financeira fundada em 1902, pelo padre suíço Theodor Amstad, e sediada na cidade de Nova Petrópolis (RS).